Novo Relatório da Organização Mundial de Saúde Recomenda o EMDR para Tratamento de TEPT

29 de novembro de 2023

A Organização Mundial de Saúde recentemente atualizou as diretrizes para a saúde mental.

Essas diretrizes são relevantes para profissionais de saúde em todo o mundo, incluindo funcionários de ministérios da saúde, organizações não governamentais (ONGs) e pesquisadores de instituições acadêmicas, especialmente em países de baixa e média renda, e também se destina ao uso por planejadores de cuidados de saúde, gerentes de programas e autoridades políticas.

Aqui traduzimos parte do relatório relativo a recomendações para o tratamento do transtorno de estresse agudo e pós-traumático que recomenda o EMDR.

Parte do Relatório: Diretrizes para o Tratamento de Transtornos Mentais, Neurológicos e uso de substância. Destacamos alguns trechos relacionados ao EMDR e à recomendação de seu uso.

Clique aqui para acessar todo o relatório da OMS em inglês

Transtornos relacionados ao estresse (STR)
STR1
Para adultos com transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), as intervenções psicológicas são eficazes em comparação com o tratamento usual, lista de espera ou nenhum tratamento?

Intervenções psicológicas devem ser consideradas para adultos com transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Nomeadamente, estes incluem:

  • Terapia cognitivo-comportamental (TCC) individual presencial com foco do trauma;
  • TCC presencial em grupo com foco no trauma;
  • TCC digital/remota com foco no trauma;
  • Dessensibilização e reprocessamento por movimentos oculares (EMDR); e
  • Gerenciamento de estresse.

Justificação
A equipe de revisão de evidências atualizou uma revisão sistemática e meta-análise existente: Phelps et al., 2022 (101 ECRs que examinaram a eficácia de tratamentos psicológicos em adultos com TEPT) (82).
Evidências de baixa qualidade sugerem que não há diferença entre a TCC presencial com foco no trauma e a TCC digital com foco no trauma, entre a TCC com foco no trauma e o EMDR e entre TCC com foco no trauma e gerenciamento de estresse. Enquanto isso, o TCC individual com um foco no trauma provavelmente demonstrará melhores resultados do que a TCC em grupo com foco no trauma, e o EMDR provavelmente demonstrará melhores resultados do que o gerenciamento do estresse. No entanto, as intervenções menos eficazes podem ainda ser adequadas para adultos com TEPT que (i) não têm acesso a um tratamento mais eficaz ou (ii) não estão dispostos a submeterem-se a tais tratamentos.
Observações
A escolha do formato de intervenção depende em grande parte dos recursos disponíveis no sistema de saúde, bem como das preferências individuais.
Embora estudos mostrem que a TCC em grupo com foco no trauma e o EMDR são mais eficazes do que o gerenciamento do estresse, em ambientes com recursos limitados, este último pode ser a opção mais viável.
Considerações de implementação
​Intervenções psicológicas breves podem ser realizadas de forma eficaz em ambientes de cuidados de saúde não especializados, bem como em outros ambientes, incluindo instalações especializadas de cuidados de saúde mental e no contexto da assistência social.
As intervenções psicológicas breves presenciais realizadas por prestadores de serviços exigem muitos recursos humanos porque exigem tempo, formação e supervisão substanciais dos prestadores.
Constatou-se que a compartilhamento de tarefas (task sharing – serviço de saúde prestado por não profissionais de saúde mental)  é uma abordagem eficaz para a realização de intervenções psicológicas breves. No entanto, a TCC com foco no trauma e o EMDR podem demandar técnicas complexas. O terapeuta que utiliza essas técnicas também deve receber  treinamento na técnica e demonstrar competências para praticá-las. O prestador deve ter capacidades adicionais para apoiar a pessoa que recebe tratamento, incluindo (i) a capacidade de fazer diagnósticos diferenciais, (ii) técnicas de resolução de problemas e (iii) técnicas de relaxamento/estabilização. Dada a natureza delicada e técnica do EMDR, a implementação por profissionais leigos pode acarretar riscos (grifo nosso). Provedores leigos devem ser treinados de forma abrangente e supervisionados de perto ao fornecer qualquer intervenção para pessoas que enfrentam transtornos relacionados ao estresse, incluindo TEPT.

A integração da prestação de intervenções psicológicas breves nos cuidados primários proporciona muitas vantagens, incluindo cuidados de saúde mais holísticos, maior acessibilidade aos serviços de saúde mental para pessoas que necessitam de cuidados, oportunidades para reduzir o estigma dos problemas de saúde mental e custos reduzidos. (…)

STR2

Para crianças e adolescentes com TEPT, as intervenções psicológicas são eficazes em comparação com o tratamento habitual, lista de espera ou nenhum tratamento?
Justificação
A equipe de revisão de evidências atualizou uma revisão sistemática existente: Phelps et al., 2022 (45 ECRs examinando a eficácia de tratamentos psicológicos em crianças e adolescentes com TEPT) (82).
Evidências de qualidade moderada sugerem taxas reduzidas de sintomas de TEPT em crianças e adolescentes que utilizam essas intervenções. Embora o EMDR tenha demonstrado melhores resultados do que a TCC com foco no trauma em ensaios de investigação, ambos são eficazes e o último pode ser adequado para crianças e adolescentes com TEPT que não têm acesso ao EMDR.
Observações
Dada a natureza delicada e técnica do EMDR, a implementação por provedores leigos pode acarretar riscos. Os prestadores leigos devem ser treinados de forma abrangente e supervisionados de perto ao fornecerem qualquer intervenção a pessoas que sofrem de transtornos relacionados com o stress, incluindo o TEPT.
(…)
Considerações de implementação
Intervenções psicológicas breves podem ser realizadas de forma eficaz em ambientes de cuidados de saúde não especializados, bem como em outros ambientes, incluindo cuidados de saúde mental especializados e cuidados sociais ou em ambientes educativos para crianças e adolescentes.
As intervenções psicológicas breves presenciais realizadas por prestadores de serviços exigem muitos recursos humanos porque requerem tempo, formação e supervisão substanciais dos prestadores.
Descobriu-se que a partilha de tarefas  (task sharing) é uma abordagem eficaz para a realização de intervenções psicológicas breves. Entretanto, a TCC com foco no trauma e o EMDR podem demandar técnicas complexas. O terapeuta que utiliza essas técnicas também deve receber treinamento em sua prática e demonstrar competências para administrá-los. Além disso, o prestador deve ter capacidades adicionais para apoiar a pessoa que recebe tratamento, incluindo (i) a capacidade de fazer diagnósticos diferenciais,
(ii) técnicas de resolução de problemas e (iii) relaxamento/técnicas de estabilização. (…)